Advogada no home-office: como foi a minha experiência

Eu sou a Mari e vou contar para vocês como foi a minha experiência de trabalho ao melhor estilo home office da Terra do Tio Sam 🙂

Mari

Por Mariana Souza

Hello guys! Eu sou a Mari e vou contar para vocês como foi a minha experiência de trabalho ao melhor estilo home office da Terra do Tio Sam. 

Apesar de ser um modelo de trabalho mais difundido em outros países como os EUA, por aqui no Brasil é algo relativamente novo e, por isso, até um pouco engraçado de se ver aplicado. Isto é tão verdade que a nossa Consolidação das Leis do Trabalho, CLT para os íntimos, só foi modificada depois de mais de 50 anos. Ou seja, estávamos vivendo no tempo das cavernas quando o assunto é fazer dinheiro, não importa onde você esteja.

O trabalho remoto é basicamente o poder de fazer o que você faz de QUALQUER LUGAR DO MUNDO, sem precisar estar em um local formal de trabalho e o home-office é uma dos meios de fazer isso.

Imagine você, podendo fazer o seu trabalho metódico e, às vezes, até meio chato de frente para a praia ou até mesmo debaixo das suas cobertas em casa? Sim, isso é possível e até mesmo regulamentado, caso você trabalhe de carteira assinada. Chamamos essa modalidade de trabalho de “Teletrabalho”.

home office 3

Vocês devem estar se perguntando, o que caveirinhas essa moça faz da vida e como foi a experiência dela com o home office?

Bom, eu sou advogada e tive a oportunidade de ficar por um tempo trabalhando sem precisar ir ao escritório, ao fórum ou até mesmo na padaria aqui perto de casa. A maioria dos processos que eu tinha eram eletrônicos então eu poderia acessá-los de qualquer lugar, precisando apenas do meu laptop, do meu celular, uma internet ok e do meu token (pen drive de assinatura de advogado).

Então, basicamente, o que eu precisava fazer chegava para mim por e-mail ou por telefonema, e eu ainda contava com uma base de apoio no escritório, vulgo estagiário, que poderia, caso fosse necessário, tirar cópia de processos físicos e me encaminhar.

Sendo que os clientes poderiam me achar até em Marte, graças ao celular de cada dia, então guys, isso não é empecilho viu? O mais desafiador é conseguir organizar sua rotina de trabalho, tanto de prazos quanto de horários para fazer suas coisas, e aqui vai a nossa primeira lição:

Trabalhe em um local confortável e com poucas distrações

Uma coisa super importante e a mais complicada é encontrar um local em que você se sinta la volonté para trabalhar, você precisa de um espaço confortável e o mínimo possível procrastinador, divertido e que desvie a sua atenção. Eu, por exemplo, não posso trabalhar deitada na minha cama, porque eu durmo e também não posso ter o aplicativo da Netflix baixado no meu laptop, a chance de eu largar tudo e usar a carta do “eu mereço” é grande.

Tenha horários pré-estabelecidos para fazer coisas pessoais e do trabalho

Sem dúvida nenhuma, a melhor parte do home office, é poder parar no meio do dia e ir brincar com seu cachorro, assistir a sua novela da tarde ou sair para uma caminhada, sem precisar se atrelar as 8 horas diárias e 44 semanais, você é o seu próprio chefe ou a sua empresa é você! Isso significa que você tem muita liberdade para fazer a sua rotina, mas não deixei de estabelecer seus horários e JAMAIS deixe para fazer todas as suas tarefas do dia na última hora porque é um tiro no pé.

Sua produtivade provavelmente vai aumentar. E muito!

Posso confessar a vocês, sem medo do meu chefe ler este post, que eu rendia bem mais trabalhando de casa, ouvindo minhas músicas, do que  no escritório, com telefones tocando o tempo inteiro e pessoas passando de um lado para o outro. A minha produtividade e criatividade, aumentaram gradativamente e tive um resultado 80% melhor, comparado a minha performance no escritório da empresa.

Foto: Pexels

Assim como o e-commerce tomou conta do mundo, o home office é uma modalidade de emprego que vem ganhando adeptos a cada ano. Fornecer a possibilidade do trabalho remoto para seus colaboradores, pode ser algo realmente muito bom para ambas as partes. Além disso, pode ser uma opção tanto para freelancers e autônomos, independente da área de atuação (Ok, nem todas as áreas de atuação, mas vocês me entenderam).

People of my heart, quero saber agora a opinião de vocês sobre o trabalho home office, vocês acham que funcionaria para vocês? É algo lucrativo? Vocês teriam disciplina para trabalhar sem seu chefe por perto?

Ah, esse é só o primeiro post de uma série sobre esse assunto. Fiquem atentxs!

Nos vemos na próxima embarcação. Beijos de luz!

Compartilhe com os migxs

Navegandos © 2018 Todos os direitos reservados

CNPJ: 29.848.250/0001-68